As férias acabaram... Temos história nova lá no Neno!

As férias acabaram... Temos história nova lá no Neno!
Basta clicar para ler!

♥ Juca, descuidado... ♥


Juca era um menino danado.
nada cuidava ,
tudo sempre espalhado,  num "bolo"socado!

Mamãe lhe avisava:
_Das roupas não vou mais cuidar!
Chegará o dia, que irão te faltar!

Juca não acreditava!
Afinal, mamãe era tão boazinha!
Assim, tirava do corpo e num canto largava!

Mas as mamãe resolveu uma lição nele dar!
Agora, Juca das meias não encontrava o par
 e , uma de cada cor, lhe cabia usar!

Será que Juca a lição vai aprender?
Basta colocar na pilha,
 logo a mamãe nelas vai a lavagem fazer!


chica


♥Pássaro Solitário ♥




Andando pela estrada, vou.
Final de verão, quase outono.
O silêncio grita onde estou,
De relance a relva espiono.

Sobre a haste do seco mato.
Vejo um serzinho solitário.
Parado, pensando a vida em seu recato?!
Nada! É o papa-capim enfeitando o cenário.

Aproximei-me devagarzinho.
Não poderia perder a oportunidade.
Em fotografar aquele animalzinho,
Para matar a minha curiosidade.

Ele bem comportado,
Permitiu-me a façanha,
Fiquei um pouco desconfiado,
De sua cordialidade tamanha.

O galho seco pendeu,
Como se fosse uma gangorra fugaz,
E o bichinho se prendeu,
Numa agilidade perspicaz.

Ele lá no galho ficou,
Dei curso ao meu caminho,
Saudade em mim deixou,
Aquele menino passarinho.

♥ Parabéns, Laurinha!! ♥



Logo cedo, pela manhã

Ao abrir os olhos, ainda sonolenta

Uma surpresa espera a  linda menina...

Rabinho abanando,bem ao seu modo,ternurenta,

Até a SOL, deseja felicidades pra Laurinha!!!


E, como a SOL,que é a cachorrinha da Laura, nós daqui também o fizemos e nosso modo é dizendo que desejamos tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom e felicidades muitas e sempre pra essa querida guriazinha!

Partabéns,Laurinha!

* O  niver da Laura é dia 23, mas daqui adiantei e ela é filha da querida Renata Diniz para quem mando os parabéns e claro, não esqueci a vovó, vovô  e até o titio que é tão presente!

beijos, chica e neno

♥ A aranhazinha que queria namorar... ♥




Elza Ghetti Zerbatto

Tinha é uma simpática aranhazinha.

Todos os insetos do jardim gostam de sua alegre companhia.

Vive sorrindo mas, ultimamente anda meio tristinha.

Quando chega o fim da tarde, recolhe-se na sua teia, e fica parada até anoitecer, observando a lua tão bela e prateada no céu.

Certo dia estava distraída demais e acabou soltando um suspiro tão longo, que a amiga joaninha veio ver o que estava acontecendo.

Rapidamente Tinha voltou á Terra assustada.

-Tinha, o que aconteceu contigo minha querida?

- Por que estás suspirando?

- Ah, joaninha querida, estou deveras triste aqui sozinha.

- Você está apaixonada Tinha. - disse a joaninha.

Meio embaraçada Tinha disfarçou, gaguejou e disse:

- Não é isso não joaninha.

- É sim amada.

- Não precisa ter vergonha só porque está apaixonada.

- Eu não estou apaixonada. - insiste Tinha.

- Está bem Tinha, não está. - diz sorrindo a joaninha.

Os dias passavam e Tinha continuava a sonhar com um aranha macho com quem pudesse namorar.

Os amigos do jardim ficavam com dó dela, mas nada podiam fazer para ajudá-la.

Um certo dia o jardineiro veio cuidar do jardim, e começou a remexer a terra.

Tirou as ervas daninhas, plantou novas plantas, e uma enorme aranha vermelha passou por sua mão.

Apesar de estar acostumado com insetos, ele se assustou e acabou jogando-a longe.

Tinha viu a cena e foi correndo ver o que acontecera, quando ficou frente a frente com a aranha vermelha.

Era uma linda aranha macho vermelha.

Os dois se olharam paralisados e depois Tinha correu.

Ele foi atrás dela para conversar.

- Ei menina qual é o seu nome?

Tímida como era respondeu em voz baixa:

-Tinha.

-Como é o seu nome?

- Tinha.

- Venha aqui Tinha vamos conversar.

Tinha sentiu seu coraçãozinho bater mais forte e quase não conseguia falar.

- Meu nome é Tinho e estou perdido aqui.

- Você pode me ajudar?

Tinha ergueu os olhinhos devagar e disse:

- Claro que posso Tinho.

- Que engraçado temos nomes parecidos.

E ambos riram do comentário.

Tinha ajudou Tinho a voltar para sua casa-teia mas, não esperava que fosse se apaixonar por ele.

E após algum tempo numa noite de lua cheia, Tinho veio com um ramalhete de flores diversas para dar a Tinha.

Ela ficou encabulada mas suspirou de alegria.

- É para você Tinha.

- Quer namorar comigo?

Tinha sentiu suas patinhas tremerem de emoção e ficou sem palavras.

Tinho se aproximou dela deu-lhe um beijo e segurou-a pela cintura.

Tinha estava tão feliz que nem sentia o chão.

Finalmente após alguns longos minutos ela respondeu:

- Quero sim Tinho.

E os dois saíram abraçados pelo jardim, resolvendo ir até a teia de Tinha, para observar a linda noite de lua cheia.

Agora Tinha só suspirava de alegria e voltou a sorrir como antes.

Seus amigos também estão mais felizes de vê-la assim.

A amiga joaninha até fez, um lindo cachecol colorido para Tinha usar no inverno.

E com o cachecol enrolado em seu pescoço e Tinho ao seu lado, Tinha está deveras feliz perto de seu amado.

Elza Ghetti Zerbatto