As férias acabaram... Temos história nova lá no Neno!

As férias acabaram... Temos história nova lá no Neno!
Basta clicar para ler!

♥ O PORQUINHO PITOCO ♥

Jairo Valio



Muito sapeca, fuçava todo o terreiro,

e quando mamava na mamãe gorducha,

era guloso e se banqueteava no leite farto,

brigando com os irmãozinhos menores,

disputando as tetas como se fossem só suas.


A mãe olhava de soslaio o filho briguento,

mas dele tinha uma estranha preferência,

por ser tão diferente, na cor preto e branco,

destoando da ninhada onde todos eram pretinhos,

e isso chamava a atenção da criançada vizinha.

Pitoco corria atrás das galinhas no terreiro,

roubando suas quireras derramadas no cocho,

espantando todas numa algazarra infernal,

e só se acalmava quando o galo lhe enfrentava,

pois tinha receio de suas esporas tão afiadas.

Quando estava farto de tanta gulodice

procurava um canto onde queria dormir,

e quando estava roncando vinham as crianças,

que carregavam no colo o porquinho bonito,

para tomar o bainho do dia que tanto adorava.


Pegavam shampoo até deixar a água espumosa,

esfregando seu couro espesso com a escova grossa,

tirando carrapichos que na pele grudavam,

e até carrapatinhos atrevidos chupando seu sangue,

e depois de limpinho Pitoco ficava uma gracinha.


Embrulhavam numa toalha felpuda seu corpo bonito,

para brincarem com o porquinho na sala de espera,

e como se fosse um cachorrinho bastante sapeca,

corria atrás de brinquedos e escondia atrás do sofá,

até que Pitoco era encontrado e todos gargalhavam.


Ficava depois ronronando no colo da criançada,

sabendo que logo teria o leitinho na mamadeira,

adoçado com mel e misturado com canela moída,

que vinha quentinho e Pitoco mamava guloso,

e nessa vida gostosa era o xodó das crianças.

♥A jornada de um barco ♥



A jornada de um barco


Sr. Barcúsio era um barco que velejava, tranquilamente, no calmo Oceano Índico. Ele não tinha motor, nem chaminés. Apenas uma pequena vela, no seu minúsculo mastro.


Sr. Barcúsio ganhava a vida levando e trazendo famílias de um litoral para outro. Cansado dessa tranquila, porém chata vida, ele adquiriu rodas e um motor, e foi procurar um emprego melhor na floresta. O pequeno barco a vela, procurou, pensou, procurou novamente e concluiu que não havia um emprego adequado para ele na floresta. Sr.Barcúsio estava saindo da floresta quando ouviu uma voz. Ele se virou e só viu árvores. E, para sua surpresa, uma delas falou:


-Barcúsio...


-SR. Barcúsio para você! E como sabe meu nome?


-Eu sei de tudo. Sr. Barcúsio, eu ouvi dizerem que há um emprego naquela direção.


-Ok, obrigado. Qual é seu nome?


-Pinheiro feliz.


O determinado barco com rodas seguiu pelo caminho indicado por Pinheiro Feliz, chegando a uma planície de rochas amareladas, em que havia uma pequena arena no meio. Nessa arena tinha uma placa que dizia:


-PRECISAMOS DE COMBATENTES!


Então, Sr. Barcúsio entrou e disse para a primeira pessoa que viu, que, na verdade , era um pião:


-Sou o combatente de que precisam.


O pião levou o barco até a sala de preparação, onde ele precisava determinar sua estratégia. Em seguida, Sr. Barcúsio se viu diante de um enorme gladiador, com pesadas armaduras e uma espada.


A luta tinha começado!

O gladiador dava poderosos golpes de espada enquanto o barco se defendia com seu mastro. Aos poucos, o gladiador foi ficando cansado com sua armadura pesada e, com seu motor, o barco conseguia correr (ou melhor, dirigir-se) com a maior facilidade. 

O gladiador acabou desistindo e, Sr. Barcúsio, desistiu de sua nova vida, voltando a levar e trazer pessoas de um litoral para outro.


♥ Um presente maravilhoso para o Neno! ♥

Neno  há tempos atrás escreveu, quando tinha 9 anos,  uma historinha, chamada  VELOCI, o dinossauro esperto!

Foi publicada no Historinhas do Neno.

Pois bem, passado um belo tempo, Neno recebe um email de Tiago Silva,  que pedia permissão para ilustrar essa história ,para exercitar seus estudos sobre pinturas.

Neno hoje recebeu o que mostro a seguir, como ficou a  história ilustrada.  

Ficamos maravilhados e felizes e só podemos agradecer e desejar muito sucesso ao Tiago Silva!

Podem ver seus trabalhos AQUI e AQUI!



Trago então para cá , com muito orgulho !
Obrigadão,Tiago!
Parabéns ,Neno!

Cliquem para ampliar!!!








♥ Vovó atenta... ♥



Visite a Oficina do Gif

daqui

Vovó estava temerosa
todo cuidado sabe que deve ter
na calçada e na rua perigosa
senão problemas haverá de ter!

Carros que andam voando
calçadas  muito esburacadas
a coisa difícil está ficando
parecem mesmo até ciladas!

Respeito com idosos onde está?
Cuidado com quem pouco enxerga?
Perguntas cujas respostas o" gato comeu"!

chica